You are currently browsing the category archive for the ‘Mundo Livre’ category.

Tutorial: Como Converter DVD para MP4, AVI e MPEG (e também em outros formatos)

Antes de mais nada será necessário que você faça o download do programa XviD4PSP v5.036 (www.videohelp.com/download/XviD4PSP_5036_full.exe).

1) Instale o XviD4PSP. Após a instalação você poderá acessá-lo através da pasta “Winnydows”.

2) Abra o programa. Depois, na parte superior da janela, clique em DVD e selecione a pasta ou o drive onde estão os arquivos do DVD. Clique em OK.

3) Na parte superior da janela que se abrirá você terá a opção de escolher um título em “Select title”. Após a escolha clique em OK.

4) Caso apareça a janela “Select audio track” escolha uma das opções apresentadas em “Track” e depois clique em OK.

5) Na coluna esquerda da janela principal escolha a opção que melhor se encaixa ao tipo de arquivo que você deseja produzir. Exemplo: para obter um arquivo no formato MP4 você poderá escolher a seguinte configuração:

Format: MP4
Denoise/Sharpen: Disabled
Brightness/Contrast: Disabled
Video encoding: XviD HQ Extreme
Audio encoding: MP3 CBR 128k

6) Na parte superior da tela clique em Save e escolha em qual pasta você salvará o arquivo de vídeo, depois clique em Save.

7) Na parte superior da tela clique em Encode. O processo de conversão do vídeo iniciará, aguarde. Ao final da conversão clique em Close. Se a conversão ocorreu a contento, o seu arquivo MP4 (ou o outro formato que você escolheu) estará pronto.

É isso!

—–
+ Veja também:

.

Anúncios

RSS Notícias: o que é RSS Feed?

RSS é um tipo de arquivo desenvolvido sobre a linguagem XML, usado para distribuir notícias para os internautas. A primeira versão do RSS (Really Simple Syndication) foi criada por Ramanathan V. Guha em 1999.

As pessoas ao navegarem pela Internet podem se interessar pelas atualizações de um certo website, e é aí que o RSS Feed faz-se uma ferramenta útil àqueles que desejam receber as mais recentes notícias ou postagens sobre um determinado conteúdo. Para o usuário, assinar o RSS Feed traz a facilidade de receber as atualizações de forma quase instantânea, pois as notícias vêm até o internauta, e não o contrário.

Atualmente a maioria dos navegadores (ex: Internet Explorer, Opera, Google Chrome, Safari, Firefox etc.) trazem a opção de leitura do feed diretamente no navegador. Para testar o RSS Feed (Tigre de Fogo) em seu navegador de Internet, clique no endereço abaixo:
.

.
Sites grandes como o Jornal Folha de São Paulo apresentam a opção de assinatura do agregador de notícias RSS Feed de forma segmentada, podendo o usuário assinar o feed de notícias sobre diversos assuntos como, por exemplo, o feed de esportes ou o feed sobre informática.

RSS é uma tecnologia que ainda está se desenvolvendo e que promete novos recursos em um futuro próximo. É uma ferramenta que traz praticidade para o leitor dos feeds e também dinâmica na distribuição de informações.

—–
+ Veja também:

.

Proteção: como saber se um site é seguro usando o Google

O Google tem um sistema na Internet chamado Google Safe Browsing que vasculha os sites hospedados nos servidores a fim de encontrar códigos maliciosos e outros programas que possam danificar o seu computador.

Esse sistema verifica periodicamente os websites e gera um relatório sobre as visitas descrevendo algumas características que foram colhidas durante as inspeções de segurança.

Os internautas podem fazer uso do Google Safe Browsing através do endereço a seguir:

__________________________________________________________

http://www.google.com/safebrowsing/diagnostic?site=http://**********
__________________________________________________________

Para pesquisar é necessário remover os asteriscos e incluir em seu lugar a URL do site que vocês desejam saber se é seguro ou não, segundo a análise do sistema. É também importante observar que não se deve digitar o endereço do site com o WWW, ou seja, para verificar um site cujo endereço seja:

http://www.hospedagemdesiteslegais.com.br

deve-se remover o WWW, portanto ficando assim:

hospedagemdesiteslegais.com.br

Aliás, hoje em dia é muito raro necessitar digitar o WWW nos endereços dos sites.

Seguem abaixo mais três exemplos de como se deve digitar o endereço na pesquisa do sistema Google Safe Browsing:

1) Amazon (amazon.com)
– a maior loja online do mundo

2) Submarino (submarino.com.br)
– uma das maiores lojas online do Brasil e da América Latina

3) UOL (uol.com.br)
– o maior portal em língua portuguesa do mundo

Os resultados responderão a quatro questões:

1) Qual é o status de listagem atual?

2) O que aconteceu quando o Google visitou este site?

3) Este site agiu como intermediário, resultando na distribuição de outros malwares?

4) Este site hospedou malware?

Bem, é isso. Quando tiverem dúvidas sobre a segurança de algum site vocês podem usar o Google Safe Browsing como mais uma ferramenta de auxílio contra programas que possam causar problemas aos seus computadores.

Boa navegação!

—–
+ Veja também:

.

Proteção e Internet: o que é um Firewall?

Basicamente um firewall é um programa que protege o seu computador contra o envio ou a recepção de dados não autorizados por você, ou seja, é o portão e o muro do seu PC. O software controla o tráfego de informações entre o seu computador e a rede, seja ela wireless (sem-fio) ou convencional, de acordo com aquilo que você ordenar a ele.

Neste momento, se você não tem um firewall instalado em seu computador, é muito provável que vários programas estejam enviando e recebendo informações sem o seu consentimento, porém, isso não significa que essas transferências sejam malévolas, mas você, de forma geral, não tem muito controle sobre elas. Mas não se esqueça que há programas mal intencionados que podem danificar o seu computador, roubar suas informações pessoais e bancárias e lhe gerar dores de cabeça e custos de manutenção.

Há vários tipos de firewall no mercado e muitos deles oferecem utilização e download grátis. Um desses é o ZoneAlarm, um bom programa firewall que permite à você controlar o tráfego de informações entre o seu computador e a Internet. Você pode encontrá-lo através dos diversos sites que oferecem downloads.

Após fazer o download, instalar o software e reiniciar o computador, você notará que o ZoneAlarm será ativado toda vez que um programa pedir autorização para enviar ou receber informações através da net sem a sua autorização. Uma janelinha se abrirá do lado direito inferior da sua tela com duas opções: “Allow” (permitir) e “Deny” (negar), mostrando também qual é o software que está requisitando a transferência de dados.

Exemplo: se o firewall já estiver instalado e você abrir o seu navegador de Internet (ex: Internet Explorer, Firefox, Google Chrome etc.) o ZoneAlarm pedirá que você confirme se autoriza ou não a navegação do programa. Caso você não dê a permissão, o navegador não conseguirá abrir nenhuma página na Internet até que você o permita. Navegadores, de forma geral, não são o problema, mas sim aqueles programas que você nem sabe para que servem ou aqueles que você nem sabia que existiam no seu computador.

Dica: você pode dar uma autorização definitiva para o programa, de forma que ele nunca mais precise da sua anuência. É como dizer ao porteiro do seu prédio para sempre deixar que tal pessoa passe pelo portão sem precisar da sua aprovação. Para dar a autorização definitiva ao programa que acionou o ZoneAlarm selecione a caixinha “Remember this setting” e clique em “Allow” ou “Deny”. Depois dessa ação o firewall sempre se lembrará da sua decisão e não voltará a lhe questionar sobre aquele programa.

Indiferente da marca do firewall, é muito importante ter um programa que controle as transferências que saem e entram em seu computador. Escolha o programa de sua preferência e proteja-se.

—–
+ Veja também:

.

Tutorial: Como converter RM RMVB em MPEG MPG

Nota: Trabalhar com RM ou RMVB (RealMedia) não é uma das coisas mais fáceis do mundo, portanto espero que com os programas abaixo – e um pouco de sorte – você tenha ao final da conversão um arquivo MPG em perfeita condição de funcionamento.

Antes de iniciar o tutorial para a conversão de RMVB RM em MPG MPEG, primeiro faça o download dos programas abaixo e instale-os (caso você tenha algum destes softwares instalados em versão anterior a estas abaixo apresentadas, desinstale-os e instale as versões mais recentes):

Real Alternative v1.90

Avisynth AVS v2.5.8 RC4a 080912

Gabest RealMedia Splitter v1.0.1.0

TMPGEnc v2.524

OBS: Não se esqueça de descompactar os arquivos que vierem compactados (ZIP).

1) Abra o programa Media Player Classic (ele estará na pasta Real Alternative).

2) Rode o seu arquivo RM ou RMVB no programa acima mencionado.

3) Na parte superior esquerda do Media Player Classic clique em File, depois em Properties. Clique em Details.

Você verá algumas informações como as abaixo (isto é apenas um exemplo):

Audio: RealAudio COOK 44100Hz stereo [Output 00 (Audio Stream)]
Video: RealVideo 4 640×272 25.00fps 448Kbps [Output 01 (Video Stream)]

O que nos interessa aqui é o número que vem antes de fps, que no caso é 25.00. Marque este número em um papel para futura referência.

Clique em Close. Pare a exibição do vídeo e feche o programa.

4) Abra o Bloco de Notas (fica em Iniciar – Programas – Acessórios – Bloco de Notas).

Copie perfeitamente o texto que está entre os traços abaixo (não copie os traços):

————————————————————–
DirectShowSource(“MEUFILME”, fps=TAXA, convertfps=true)
————————————————————–

Cole o texto no Bloco de Notas.

Atenção: após colar o texto no bloco de notas, apague as aspas e digite-as novamente a partir do seu teclado (faça o mesmo com todas as aspas existentes neste tutorial).

Substitua MEUFILME pelo nome do seu arquivo de vídeo RM ou RMVB, incluindo a extensão, exemplo: substitua MEUFILME por durodegravar.rmvb ou durodegravar.rm

Substitua TAXA pelo número que você anotou no papel, exemplo: TAXA por 25.00 ou 29.97

Por fim, o que deve aparecer no seu Bloco de Notas depois das alterações é algo como o apresentado abaixo:

DirectShowSource(“durodegravar.rmvb”, fps=25.00, convertfps=true)

Salve o arquivo do Bloco de Notas com o título do filme (durodegravar) na mesma pasta em que está o seu vídeo.

5) Abra a pasta onde você salvou o arquivo do Bloco de Notas. Lá você encontrará o arquivo durodegravar.txt

Clique com o botão Direito do mouse sobre este arquivo. Clique em Renomear. Altere a extensão TXT por AVS, exemplo: substitua durodegravar.txt por durodegravar.avs

6) Neste exato momento, de acordo com o exemplo do tutorial que estamos seguindo juntos, você deve poder ver (e ter) estes dois arquivos na pasta em que estamos trabalhando:

durodegravar.rmvb
durodegravar.avs

7) Abra o Media Player Classic novamente. Atenção: Rode o arquivo AVS (durodegravar.avs) no programa. Se rodar é porque até aqui está tudo indo muito bem. Pare a execução e feche o programa.

Se o vídeo não tocar refaça os passos anteriores.

8) Abra o TMPGEnc (ele estará na pasta em que você o descompactou). Clique em TMPGEnc.exe

Clique em OK.

Na parte superior esquerda clique em File. Clique em Project Wizard. Abaixo de VIDEO-CD escolha a opção NTSC (29.97 fps) ou NTSC Film (23.976 fps) ou PAL (25.00 fps) de acordo com o número que você anotou no papel no passo 3.

No nosso exemplo a escolha certa seria PAL, pois no passo 3 descobrimos que a taxa é de 25.00 fps.

Após a escolha clique em Next.

9) Na frente de Video File clique em Browse. Na parte inferior da janela expanda a caixa Files of Type e escolha a opção All Files.

Agora, na mesma janela, porém mais acima, vá até a pasta onde está o arquivo durodegravar.avs (do nosso exemplo) e selecione-o. Clique em Open.

Clique em Next.

10) Clique em Other Settings. Clique em Advanced. Expanda a caixa Video Arrange Method e selecione a opção Full Screen (Keep Aspect Ratio).

Clique em OK. Clique em Next.

Clique em Next. Se aparecer uma mensagem (Warning), em uma janela retangular, apenas clique em Yes.

11) Selecione a opção Start Encoding Immediately. NÃO selecione a opção Create Another Project…

Clique em OK.

Clique em OK novamente para iniciar o processo de conversão.

Aguarde até a finalização. Ao final feche o TMPGEnc.

Se tudo deu certo até aqui, um arquivo durodegravar.mpg estará na pasta em que estão os outros dois arquivos (RMVB e AVS).

12) Abra o Media Player Classic. Rode o arquivo durodegravar.mpg

Se o arquivo de vídeo tocar de forma normal é porque você acabou de converter um RMVB em MPG com sucesso.

Parabéns!

PS: Se houve algum erro durante a conversão do seu arquivo de vídeo, verifique o pacote de Codecs que está instalado no seu computador, pois a ausência de um Codec poderá impedir a conversão de forma satisfatória. Um de nossos colegas visitantes relatou abaixo (nos comentários) a solução que utilizou para contornar o problema.

—–
+ Veja também:

Atualizações

Categorias

novembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930