Injeção indolor: adesivo com tecnologia de impressoras é utilizado para administrar medicamentos

A HP criou a injeção indolor, um adesivo de alta tecnologia que pode ser uma alternativa à agulha hipodérmica. O adesivo “inteligente” contém um chip de computador e microagulhas para a aplicação precisa de medicamentos abaixo da superfície da pele, de modo praticamente indolor. Um único adesivo pode ser utilizado para aplicar vários medicamentos. Elaborado com base na tecnologia de jato de tinta da HP, o adesivo realiza a aplicação de medicamentos por meio de agulhas ultrafinas embutidas.

A HP licenciou a tecnologia para a Crospon, uma empresa de dispositivos médicos sediada em Galway, na Irlanda, para produzir e comercializar o produto. A tecnologia de microagulhas pode ser usada com uma série de medicamentos e produtos biofarmacêuticos. Dependendo do uso, os adesivos podem durar dias e até mesmo semanas.

A aplicação de medicamentos por injeção geralmente causa dor aos pacientes. Sua segurança e precisão depende da pessoa que manipula uma agulha hipodérmica. Ingerir um comprimido não é necessariamente a melhor alternativa: a eficiência de medicamentos ingeridos por via oral pode ser reduzida em até 95% por causa do ácido contido no estômago.

Os adesivos disponíveis no mercado atualmente fazem com que o medicamento seja absorvido pela pele. Esse sistema funciona em alguns tipos de tratamentos, como o adesivo de nicotina para pessoas que desejam parar de fumar. Como a pele age como uma barreira natural, esse não é um mecanismo de aplicação ideal para muitos tipos de medicamentos.

Cada uma das microagulhas de um adesivo HP-Crospon pode ser programada para injetar medicamentos na corrente sangüínea de modo independente, com diferentes doses e números de vezes, dependendo da necessidade do paciente. Da mesma forma que um cartucho de jato de tinta imprime em cores diferentes, o adesivo pode aplicar diversos medicamentos.

“Basicamente, trata-se de uma série de microagulhas hipodérmicas controladas por computador que não causam dor”, explicou Janice Nickel. “O uso de vários reservatórios independentes é o que torna o sistema definitivamente único. Cada um deles possui um aquecedor e um sistema de bombeamento próprios.”

A Crospon, que tem como foco o monitoramento e tratamento da diabetes e de disfunções de refluxo gastresofagiano, comercializará o adesivo e o oferecerá a empresas do mercado farmacêutico no mundo todo. Os novos adesivos devem estar disponíveis no mercado entre 2 e 4 anos, dependendo dos processo de testes e aprovação. “Acreditamos que a administração de medicamentos por meio de um simples adesivo com microagulhas é um marco para a indústria”, declarou John O’Dea, Diretor executivo da Crospon, empresa de dispositivos médicos sediada em Galway, na Irlanda. “Esse adesivo revolucionário permite à Crospon oferecer uma plataforma superior de administração de medicamentos para médicos e pacientes.”

—–
+ Veja também: