Pablo Neruda

A poesia é sempre um ato de paz. O poeta nasce da paz como o pão nasce da farinha.”

Pablo Neruda (Neftalí Ricardo Reyes Basoalto)   (1904-1973)

Anúncios